Teus Olhos Não combinam com teu sorriso




Teus olhos não combinam com teu sorriso
Como petróleo derramado  no mar do paraíso
Por mais que teu sorriso seja puro limpo e  incisivo
Teus olhos são frágeis, sozinhos e impeditivos
E assim  se contradizem e se reafirmam constantemente

Os teus olhos  que  te disfarçam quase tão seriamente
Se entregam nos traços  do teu sorriso - declaradamente
E eu aqui me pergunto - o que serás  que realmente sentes?
Amor? Tesão? Carência? Amizade?Carinho? Ou solidão?
Teus olhos para uns dizem sim para mim  dizem não
Teu sorriso doce apenas  acentua esta contradição.
Então tenho que sempre medir cirurgicamente cada palavra
Pois o meu raciocínio se debate com uma simples trava
Ou você  foge ou me abraça ou me beija ou me mata
Porque  em teu sorriso  tenho tudo, mas  em  teus olhos  tenho nada
Por fim mergulho minhas dúvidas nesse mar de petróleo
São teus olhos que não combinam com teu sorriso
Ou teu sorriso que nega o que sentem os  teus olhos?

1 comentários:

Cris disse...

Belo texto! Nítida a percepção de uma sensibilidade que inunda poesias, mas escasseia no cotidiano de uma alma. Que poder tem a Capitu que inspirou tais versos para inundar a alma de um tão confuso Bentinho.
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...