A felicidade também não cai do céu





Aluguei uma casa,
Que ao longe  se ver uma montanha alta e cinza,
Há muito tempo não chove,
Paciência...
A felicidade também  não cai do céu,
Nem para mim,
Nem para as gramas,
Estamos todos na mesma secura.

Fecho a grade da varanda,
E Entro no carro.
Mãos no volante,
Vejo no retrovisor o reflexo de olhos cansados.
E tudo parece tão silencioso,
Um calor absurdo,
As casas todas fechadas.
Todos fugindo deste calor...
Ou se escondendo de si mesmos?

Ligo o ar condicionado,
Único amigo leal deste fim de mundo.
Estou com uma tendência de achar tudo triste,
Olhos depressivos de um coração doente.
Os olhos de quem ver
São as ideias de quem ver...
Uma tristeza tão aguda
Tão sutil...
Que não sei se é a seca ou calor desta cidade...
Mas já há algum tempo
Nada mais tem graça.
Ligo o carro e saio para trabalhar.

Helton Ojuara

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...